A Saga da Picanha Fria

Vira e mexe alguém descobre que eu tenho o blog ou que eu gosto de cozinhar e a gente acaba trocando figurinhas sobre o assunto. Foi assim com o Roberto, um colega e vizinho aqui do condomínio. Ele comentou que curtia cozinhar e que tinha algumas receitas bacanas e por aí vai.

Fiquei surpresa quando ele me mandou o vídeo super bem feito com a receita da famosa PICANHA FRIA. Assim que assisti o vídeo fiquei doida para fazer a receita, mas não fiz. Aliás, tentei, juro que tentei. A dificuldade foi que a primeira etapa da receita é assar a picanha, depois ela é fatiada, confitada e guardada na geladeira por alguns dias.  O prolema é que aqui em casa não conseguimos resistir à primeira etapa e comemos a receita antes hahahahaha. Bando de cabeça gorda! Então, por favor, pessoas centradas, menos ansiosa do que eu, façam essa receita e me contem se é mesmo tão boa quanto parece, quem sabe com incentivos eu driblo a ansiedade. Assistam o vídeo abaixo (pessoas que estão lendo esta postagem por e-mail, para assistir é só clicar–> aqui).

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes