Introdução Alimentar da Lis

Desde sempre os leitores do blog me pedem receitas para bebês e crianças, mas por falta de conhecimento e intimidade esse tema foi sendo adiado aqui no blog. Agora que sou mamãe e tenho estudado na medida do possível me sinto confortável para escrever sobre isso. Será mais um relato de como está sendo a introdução alimentar da minha pequena do que um post com recomendações ok? É importante sempre buscar a orientação do pediatra e se possível de uma nutricionista infantil, combinado?

Até bem pouco tempo a recomendação geral para a introdução alimentar dos bebês se resumia em papinha salgada, papinha doce, sucos e chás. Embora muitas famílias ainda sigam essa orientação tradicional, atualmente com estudos mais avançados na área de nutrição, muita coisa mudou.

No outro extremo hoje temos um método chamado BLW – Baby Led Weaning (Desmame Guiado pelo Bebê) que consiste em oferecer a comida em pedaços e permite que o bebê se sirva sozinho. O BLW possibilita que o bebê seja o protagonista de sua alimentação. Basicamente consiste em deixa-lo explorar o alimento, sentir cheiros, texturas, provar o que e o quanto quiser. Dessa forma o bebê apresenta uma maior aceitação e interesse pela alimentação, desenvolve um maior senso de saciedade entre outros benefícios. Não vou me aprofundar aqui no assunto, mas sugiro que pesquisem no GOOGLE por BLW que acharão milhares de textos.

Eu acho que cada família precisa encontrar o seu caminho, seja na alimentação tradicional ou no BLW. Tem bebês que começam a introdução alimentar aos 4 ou 5 meses porque as mães precisam trabalhar fora, tem bebês como a Lis que começam aos 6 meses, assim como tem famílias que conseguem seguir o BLW tranquilamente e outras preferem o método tradicional. Aqui em casa optamos pelo meio termo. Uma alimentação tradicional, mas com uma participação mais ativa da Lis.

Ela fez 6 meses a pouco e até o momento mamava exclusivamente no peito e em livre demanda. Comecei com 5 meses e meio a dar apenas frutas. Dou uma por dia para sentir as que ela mais gosta e insistir nas que ela, a princípio, não aceita bem (assim como a mamãe ela odiou mamão). 
Algumas vezes dou frutas em pedaços para ela segurar e explorar e em outras, nos dias de menos tempo, dou com colher, tipo maçã e pera raspadinha, banana amassada e por aí vai. O pediatra liberou QUALQUER fruta. Ela amou pera, pêssego, manga e laranja lima.

polvilho

Hoje ela continua nas frutinhas e papinhas salgadas. 
As papinhas eu faço amassadas sem bater ou liquidificar para aproveitar as fibras. Cozinho todos os legumes no vapor, amasso com um garfo e junto caldo de carne caseiro para deixar mais molhadinho. A medida em que ela for se acostumando com a textura vou amassando a comida cada vez menos até chegar no alimento como ele é, em sua textura original.

beterraba

Também dou alguns vegetais cozidos para ela segurar e comer sozinha. Confesso que me dá uma certa agonia porque ela só brinca com a comida e derruba tudo no chão, mas faz parte, é a maneira dela descobrir os alimentos. 
Também comecei a dar água desde que ela começou a comer, e ela gosta.

Vou postar aqui no blog as receitinhas que faço para a Lis, como as papinhas, o biscoito de polvilho sem ovo e sem leite e o danoninho de manga e se possível vou gravar em vídeo, então assinem o canal para não perderem nada. É só clicar aqui: http://bit.ly/youtubepanela


Ficou com dúvida?

Comente aqui no post ou Veja minha página de dúvidas frequentes

15 Comentários

  1. Lissa disse:

    Nossa, adorando cada vez mais seu blog. Tenho o aplicativo e seus 2 livros. Quem sabe não venha um livro de receitas para bebês, rsrs. Tomara que acerte logo a receita de polvilho. Parabéns pela Lis!!
    Bjos

  2. Daniele Saber disse:

    Bom dia! Acompanho sua página faz muito tempo e hoje também tenho um bebê de quase 7 meses. Então adorando que você também entrou neste universo. Quero muito essa receita de biscoito de polvilho pois meu filho é intolerante a lactose. Obrigada! Beijos

    • Dani, ainda não postei porque é uma receita que rende muito e no dia é uma delícia mas depois vira uma pedra de tão dura. Tô fazendo uns testes para conseguir fazer um pouquinho só para não perder. Posto assim que der certo.

  3. Christiane Silvério da Silva disse:

    Parabéns pela iniciativa Tati, já adorava o seu blog e ig,a gora então. Tenho um príncipe de 7 meses e ter alguém pra nos d´s dicas ou sugestões de papinhas será sensacional.

  4. Mírian Nara disse:

    Que legal, Tati, parabéns!!! Sucesso na alimentação da sua filhotinha linda!!!

  5. Ana disse:

    Parabéns pelo post, sua filha está linda.Já não tenho mais filhos pequenos, mas aguardo as receitas de biscoito e o danoninho de manga.

  6. Thaynara disse:

    Nhaaammm danoninho de manga?! Quero pra mim! Adorei o post, mesmo sem ter crianças, Tati. Tenho certeza que vai ajudar muita gente.

  7. Stephanie disse:

    Que post gostoso de ler, principalmente com fotos da fofura da Lis.
    Ok, ainda não tenho meu filhos, mas sou “amante” das crianças, de deitar e rolar com os filhos de amigos até trocar aquela fralda cheirosa rs… E mesmo assim achei o post interessante e nada daqueles cansativos de ler e tals. Parabéns!
    Agora, confesso, fiquei curiosa com as receitas do biscoito de polvilho e Danoninho de manga hehehd

  8. Ana Paula disse:

    Tati,
    Boa sorte na alimentação da Lis,meu pequeno hj já é um mocinho como ele diz,2 anos e 5 meses,nem fraldas quer se coloco para sair ele diz mame sou mocinho,e antes comia de tudo,agora está na fase seletiva,segurei até quando pude o açúcar,mas é o primeiro neto da família é muito mimado e avós infelizmente ainda entendem doce como agrado,aí agora nessa fase ele já veio conhecer,doce,chocolate é claro gosta e pede!Mas as papinhas tbm fiz como vc,iniciei com as frutas depois as papinhas salgadas,até hj meu pequeno não come mamão e nem melão são 2 frutas que tentei de todas as formas possíveis é realmente ele não gostou,é um direito né?Afinal a gente tbm não gosta,eu tbm não sou nem um pouco fã de melão!Ainda sigo tentando da forma mais natural possível,nada de enlatados,iogurte natural,nunca refrigerante,açúcar se necessário e, um suco de limão ou algo mais azedo eu uso o demerara,moro no interior e tbm não trabalho fora então fica mais fácil!!Curta cada momento,sua princesa está uma fofa,logo estará correndo pela casa!Bjos

  9. Eli disse:

    oi Tati, tudo bem!?!?? antes de tudo gostaria de parabeniza-la pelas receitas que sao maravilhosas, fiz varias, e todas alem de darem certo ficaram muito gostosas. tem um doce que chama PAVLOVA, que faz tempo que estou tentando fazer e nunca deu certo, gostaria de saber se vc ja fez alguma vez, eu ja olhei no sei facebook e nao achei. sera que algum dia vc pode me ensinar??rsrs ja peguei a receita de outros sites e nao deram certo! desde ja agradeco!! um abraco! ELI

  10. Luciméia da Rosa disse:

    Ah! Eu estava esperando ansiosa por estas receitinhas!
    O João é um pouco mais velho que a Lis, está com 9 meses.
    Já fiz uma porção de papinhas pra ele e de frutas ele prefere manga e kiwi.

  11. edna cris disse:

    A lis tá muito linda.

  12. oi Tati,cuidei da minha sobrinha desde bebê,assim como vc, tivemos certa dificuldade em dar as coisas pra ela comer.hj ela mal come fruta,não come cebola de espécie alguma, verdura nem penar.ela é muito seletiva, ela comia muita sopinha quando pequena, enjoou logo disso. já está adulta,mas mesmo assim ainda escolhe o que quer comer.realmente precisa de muita sabedoria e paciência pra ensinar aos pequenos o que é uma alimentação saudável.bjs pra vc e pra Lis

Deixe uma resposta