A Primeira Praia da Lis

Ano passado eu fui convidada a palestrar como Influenciadora Digital num resort na Bahia e levei a Lis, mas como ela era bem petitica na época ficou praticamente o tempo todo no quarto pois ainda não estava na hora de “debutar”. Lá ventava demais e ela nem chegou perto do mar. Por isso considero essa a primeira ida “oficial” à praia.

Escolhemos o Guarujá porque a distância daqui é relativamente pequena e porque já sabíamos que o mar era calmo. Ficamos hospedados no Transamérica Prime. Decidimos ir de ultima hora e não tinham muitas opções de hotéis disponíveis por ser alta temporada. Gostamos do quarto, da piscina, mas o café da manhã achamos bem fraco.

Olha a baixinha fazendo o “reconhecimento” do quarto!

Como a Lis ainda mama no peito, eu abasteci o frigobar de frutas para dar durante o dia. No almoço ela comia legumes amassadinho, arroz, feijão, peixe, frango grelhado, coisas que encontramos nos restaurantes com certa facilidade e quando não tinha muita opção comia papinha industrializada mesmo (duas vezes). Não sou mãe “xiita”, faço a comidinha dela com o maior amor, mas tem que ter flexibilidade quando é necessário.
Abaixo a pequena tomando suco de melancia no restaurante e comendo pera raspadinha.

Vou falar uma coisa pra vocês, nós pais, ficamos morrendo de vontade de levar os pequenos para passear, queremos voltar a ter um mínimo de vida social, mas essa expectativa é muito mais nossa que dos bebês viu?
Bebês querem a comidinha deles na hora certa, o conforto do quarto fresquinho, fraldinha limpa, por isso não dá para criar muita expectativa com viagens.

Nós levamos a baby para conhecer o mar, molhar os pezinhos e ficar 15 minutinhos embaixo do guarda-sol. De resto, era curtir piscina do hotel (que ela até gostava, mas aguentava ficar uma meia hora apenas).

Aprendi que com bebês, o horário dos passeios são determinados pelos horários deles. É uma árdua tarefa manter a Lis acordada depois das 19h. Ela fica bem chatinha com sono, então só fazíamos passeios diurnos. Pedimos delivery várias vezes no quarto ou room service mesmo.

De qualquer forma, mesmo abrindo mão de fazer várias atividades que faríamos sem um bebê, de explorar lugares diferentes na cidade, de sair à noite, ainda assim vale a pena, porque poder presenciar seu filho descobrindo o mundo é muito maravilhoso! Né?

Inclusive amanhã estou indo para Buenos Aires e tô levando a pequena para a primeira viagem Internacional. Conto mais depois.

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

8 Comentários

  1. Luiza disse:

    Estou passando por isso com minha pequena, a realidade é tão diferente da expectativa. Tento manter a rotina dela sempre a mesma, se não… é problema na certa. Você falou de arroz, feijão… você começou a dar esses alimentos com quanto tempo?! Da temperado normal? Estou na batalha da introdução alimentar e tenho muita dificuldade de váriar o cardápio por aqui.

    • Luiza quando estamos em casa tento manter a alimentação regrada. Eu cozinho legumes dou uma amassada grosseira no garfo e congelo em porções pequenas. Aí faço combinações com carne ou frango, grão, etc. Agora se estamos na rua eu procuro algo que possa dar, arroz, legumes cozido, peito de frango, pico tudo e ela come numa boa, temperado mesmo (sabe Deus com o que kkkkk). Ela come assim faz pouco tempo, dos 6 aos 8 a alimentação foi bem regradinha, depois dos 8 comecei a sair mais com ela e ela foi se adaptando, mas como ainda mama no peito fica mais fácil. Se nao acho nada adequado para comer ela mama até chegar em casa para dar algo que possa comer.

  2. Suzana disse:

    Olá adoro seu blog e dicas… nossa ansiosa para a dica de viagem internacional com uma bebe, pois também tenho uma de 10 meses e sei o quanto criamos expectativas. Beijos e parabéns novamente pelo trabalho

  3. Marlene disse:

    Tatiana acompanho você a muito tempo .Muito bom esse relato da GAROTINHA conhecendo o mar. acompanhei também a sua gravides o nascimento , enfim tudo que você posta. Admiro seu Trabalho e lhe desejo FELICIDADES e muitas bençãos para você e FAMÍLIA.

  4. maria celia moreira disse:

    MINHA NETINHA TAMBÉM É LIS, LIS VERVLOET. TÁ COM UM ANO E MEIO E É MUITO ESPERTA…. DEUS AS ABENÇÕE NÉ TATIANA????

  5. Meire disse:

    que lindeza!!!

  6. … parabéns pela linda criança que tem! muita saúde pra todos!

  7. Lilian disse:

    Olha só a carinha dela na boia hahaha! Eu imagino como deve ser uma aventura viajar com uma criança pequena, é imprevisível saber como será a adaptação deles, e você foi certíssima em respeitar os horários dela! tudo tem seu tempo certo, logo mais você e seu marido irão poder curtir mais tempo na praia com ela. E sobre Buenos Aires..ahhh que delicia, estive a pouco tempo (na minha lua de mel) e me apaixonei, Lis vai curtir também haha.
    Aproveitem muito,
    Adoro o blog
    um beijoo