Pavê de Pêssego

Para mim as melhores sobremesas são as de casa de mãe. Feitas naquelas travessas enormes, com um ar meio vintage, um tanto kitsch, mas que conseguem ser melhores do que qualquer doce de restaurante caro!
Essa rolou na festa de Natal. É bem leve e combina bem com nosso clima quente de final de ano!

Primeiro vamos preparar um creme branco levando para ferver em fogo baixo:
1 lata de leite condensado;
3 gemas;
600ml de leite integral;
1 fava de baunilha (ou 1 colher (chá) de essência);
3 colheres (sopa) de amido de milho.

Mexa até engrossar (se empelotar bata no liquidificador ou mixer e volte ao fogo por mais 30 segundos). Junte 1 caixinha (ou lata) de creme de leite sem soro e leve para gelar.

Em seguida, vamos fazer a Geléia de Brilho:
Leve ao fogo 100ml de calda de pêssego com 1 colher (sopa) cheia de amido de milho. Depois que ferver e engrossar, deixe esfriar em temperatura ambiente.

Montagem:
Forre uma travessa com fatias de pão-de-ló (esse foi comprado pronto, mas tem uma receita boa aqui). Faça uma mistura usando 1/3 de xícara (chá) de leite misturado com 1/3 de xícara (chá) da calda do pêssego;
Umedeça o pão-de-ló com essa calda. Cubra com o creme branco (que deve estar pelo menos em temperatura ambiente, nunca morno).
Espalhe fatias das frutas de sua preferência (usamos pêssego, abacaxi e ameixa em caldas). Pincele a geléia de brilho e leve para gelar. Pode ser feito com 1 dia de antecedência e mantido na geladeira.