Café Pendente

No início do ano, circulou na internet e redes sociais brasileiras que a notícia de que a Itália tinha um projeto consolidado para deixar pagos em certos estabelecimentos um ou mais cafés a desconhecidos. Boato internacional ou não, o fato é que a ideia aqui ganhou força e acaba de sair do papel com o nome de Café Pendente, e já tem site, página no Facebook com mais de 3.200 seguidores e perfil no Instagram.

A proposta nasceu simples: qualquer lanchonete, bar, restaurante, bistrô ou boteco se cadastra para ter seus endereços disponibilizados no site e passar a receber clientes interessados em fazer uma boa ação – pagar um ou mais cafés além da própria bebida consumida no local. “A intenção é estimular a gentileza entre as pessoas, seja pela caridade de aquecer alguém que não tenha dinheiro para um simples café, ou pelo gesto de despertar um sorriso em quem até pode comprar, mas naquele momento só precisa relaxar, tapear a fome, ter energia ou começar um dia melhor“, explica o design Flavio Di Monaco, idealizador da versão nacional.

O primeiro participante paulistano é o Aro 27 Bike Café (R. Eugênio de Medeiros, 445 – Pinheiros), que começará a aplicar o projeto a partir do dia 3/06.

As sugestões dos consumidores e novas adesões por parte dos proprietários e gerentes são bem vindas pelo e-mail [email protected].

Achei muuuito bacana essa ideia! Espero que sejamos civilizados o suficiente para que dê certo (será?).

16 comentários abaixo sobre Café Pendente

  • Avatar Monaco disse:

    Ola Galera, sou o idealizador do Projeto, Flavio Di Monaco

    Venho aqui tirar algumas duvidas, ou pelo menos tentar 🙂

    O projeto funciona da seguinte forma

    Todos os estabelecimentos interessados entram em contato conosco, pelo site, email ou facebook

    Envio um kit para os mesmos, gratuito, serve apenas como controle, e divulgação do projeto, sendo:

    1 – cartaz a3, para ser colocado dentro do estabelecimento, explicando como funciona o projeto
    2 – 1 adesivo no estilo cartão de crédito para ficar do lado de fora indicando que aquele estabelecimento faz parte do Café Pendente
    3 – Um bloquinho de papel para deixar recados para as pessoas que receberem oas cafés
    4 – Um caderno para todos que deixarem um café pago, deixarem seus nomes, e todos que receberem, tbm

    Para que isso? para ter pelo menos uma forma, por mais simples que seja de mostrar que o projeto funciona, e de tempos em tempos mostrar os resultados em numeros de cada lugar, que foram X cafés doados, e Y recebidos

    Até para ter uma ideia no futuro de, o site vai ter um sistema que as pessoas vão poder deixar registrado quantos ou quando cafés foram doados e para quais lugares, para no final do mês eu ter uma media, e ver se algo não esta batendo, para com isso analisar o estabelecimento se esta agindo de forma incorreta

    Sei que isso não é uma forma 100% de controle, até porque o conceito principal é doar, e receber, seja para quem for, ou como for

    Mesmo sabendo de todos os contras e pensamentos que algumas pessoas podem ver, como tirar proveito (infelizmente isso sempre vai acontecer) acredito que isso é algo muito mais forte que isso, e que vai fazer um bem para todos muito maior

    Caso tenham mais dúvida, por favor perguntem e deem uma olhada no nosso site http://www.cafependente.com e nossa fanpage http://www.facebook.com/cafependentebrasil

    Obrigado a todos! e acreditem é possivel mudar algo nesse mundo 🙂

    Forte abraco

  • Pessoal, seguinte,

    Eu li o post aqui e os comentários e fiquei curiosa. Mas como a Tati mencionou que o projeto tem um site (http://www.cafependente.com/) fui lá ver, e eles explicam da seguinte maneira:

    "Na hora de pagar o café, ou o pedido total, basta incluir um, dois ou três cafés “a mais”, os tais Cafés Pendentes, que eles ficam lá, à disposição das pessoas que quiserem utilizar para melhorar seu dia.

    A quantidade de cafés doados será controla pelo estabelecimento, e o nome e e-mail da pessoa que doou será anotado, para que ela possa acompanhar as doações, e sempre ficar ciente de como anda o Projeto.

    (…)Qualquer pessoa pode solicitar o café pendente, para que não haja discriminação na entrega dos cafés.

    Será proposto a colagem de um adesivo (também doado por nós) na porta ou na frente de cada estabelecimento participante, para identificação e divulgação do Projeto."

    Então, qualquer um pode solicitar o tal café pendente, mas eu acho que o foco é a generosidade nossa. Ainda que alguém possa utilizar de má fé, pessoas, deem de coração. Bj!

  • Avatar Unknown disse:

    Legal, mas a ideia não é nova…
    A Kibon já fez isso ano passado http://www.youtube.com/watch?v=aCE0HqZ-J5M

  • Oi Tati, li esse artigo e lembre do blog, olha que interessante… http://oglobo.globo.com/saude/panela-mal-conservada-perigo-para-saude-2786586

    Bj;)

  • Avatar Miriam Vergal disse:

    muito boa essa ideia. mas sempre existe o jeitinho brasileiro. fico na duvida. mas é super interessante.

  • Avatar Bruxa do 203 disse:

    Que legal!!!!! Adorei! Lembra um pouco a iniciativa do Bookcrossing.

  • Avatar Beatriz disse:

    Tati, achei a ideia super legal mas fiquei com uma dúvida: quem recebe o "café pendente"? Eu digo, a pessoa chega e pede ou o estabelecimento oferece a pessoas aleatórias um café que já está pago? Queria entender melhor essa ideia porque realmente achei bem interessante.

    Abraço!

    • Eu entendi que o estabelecimento meio que escolhe quem recebe, mas tb tenho dúvida.

    • Avatar Monaco disse:

      O Estabelecimento não escolhe não, o café é cedido a todos que pedem pelo menos 🙂 não terá discriminação

  • Avatar specialk disse:

    Tá achei legal, mas como esse café é dado aos outros? o proximo q pede um café ganha de graça? pq até o momento eu vi como pessoas vão dar mais lucro aos conveniados, mas não vi falando como alguém iria receber o agrado. Acho que seria uma informação a ser passada não? Ainda mais porque no BR o povo tem mania de dar uma de esperto, aí já viu..

  • A ideia é ótima e até poderia se estender para vários segmentos. Contudo, não sei se dará certo no Brasil. Pois faz parte do perfil do brasileiro sempre querer se dar bem, infelizmente, e ao invés de pagar, vai querer só receber. A gentileza passa bem longe para a maioria quando ela chega perto do bolso. E não critico, essa maioria é a parte menos abastada da sociedade. Sendo bem cética, acredito que se a ideia pegar não atingirá a quem necessita do "café" fisiologicamente, mas sim emocionalmente; o que é válido. Mas o problema é reforçar desigualdades, nas quais poucos desfrutam de muito e muitos desfrutam de pouco. Outros projetos gentis já passaram e circulam por aqui, como por exemplo a doação de livros, e tenho certeza que tantos outros hão de vir. Há uma luz no fim do túnel… sempre! E isso independe do conceito de civilidade, que precisa ser sempre relativizado diante do contexto socio-histórico-político de cada lugar. Grandes tragédias ao longo da história já aconteceram por conta disso, principalmente entre o europeu, o negro e o índio. Algumas com efeito até os dias atuais, a própria história do café no Brasil é um bom exemplo disso.

  • Eu já tinha ouvido falar do Café Pendente e achei lindo. PARABÉNS pela sua iniciativa de postar isso aqui no blog e ajudar a disseminar essa ideia …

  • Avatar Grazi disse:

    Gostei da idéia, confesso que não tinha conhecimento até então!!!
    Grazi