Um Ano de Paz e Luz para Todos!

O ano de 2017 não foi fácil, especialmente para nós brasileiros. Vi muitos amigos perderem empregos, ficarem abatidos com preocupações financeiras, enfim, ano de crise é sempre complicado. Mas hoje vou me dar a liberdade de falar um pouco do MEU ano de 2017.

Eu tive que aprender a ser mãe. Não planejei, aconteceu por motivos que um dia em que eu estiver inspirada eu conto porque a história é longa.
Hoje minha filha é o pilar central da minha vida, meu norte, meu tudo, mas como é difícil gente! É uma nova vida que requer adaptação. Uma mãe precisa nascer de novo!

Graças a Deus tenho um parceiro na vida que divide todos os fardos comigo. Na minha rotina somos eu e o Marcelo. Só. Só nós dois. Cuidamos, da casa, do trabalho e agora da Lis. Eu poderia ter uma babá, colocar a Lis na escola, mas optamos por cuidar dela integralmente até que ela tenha pelo menos 3 anos. Não me arrependo, mas realmente não é fácil!

Se eu relativizar, sei que não posso reclamar de nada. Temos saúde, então temos tudo, mas abrindo meu coração posso dizer que a maternidade sem dúvida é o papel mais difícil que vou desempenhar durante a vida.

Eu ainda não consegui me organizar como profissional, como mulher, como um ser social. Neste ano que passou eu não consegui fazer as unhas mais do que 4 vezes, nem cortar o cabelo, nem entrar numa loja e comprar uma roupa com calma. Não consegui sair NENHUM dia só com meu marido. Perdi alguns compromissos de trabalho porque a logística com a Lis é complicada. Fiquei mais pobre, mais cansada, com varizes e celulite.

Por outro lado, vivi momentos que nunca pensei que viveria e sou muito grata por isso. Acompanhar o crescimento de uma criança é algo mágico. Saber que tudo que ela vai experimentar nos primeiros anos você é quem vai proporcionar é algo inexplicável.

Ser mãe é uma doação constante. É não ter mais domínio algum sobre a própria vida. Você faz planos de viajar e no dia seu filho amanhece com febre. Dane-se as passagens de avião, a reserva do hotel. Não vamos mais!
Você planeja almoçar num restaurante bacana e naquele dia seu filho resolve que não vai ficar sentado na cadeirinha. Ok, vc almoça sozinha enquanto seu marido distrai a criança e depois inverte os papéis. E assim a vida segue. Num novo desenho, numa nova rotina, num looping de fazer inveja a qualquer montanha russa.

Com todas as dificuldades, entendo que esse é um aprendizado que nos faz pessoas melhores. Hoje eu quero ser uma pessoa melhor. Pela minha filha, pela minha família.
Hoje as coisas que me fazem sorrir são bem mais simples, são pequenos momentos no meio da rotina, como uma palavrinha nova que ela fala, uma dancinha que ela faz no espelho, uma flor que ela me oferece com aquela mãozinha minúscula, o dentinho novo. Enfim, é bom resgatar o valor das pequenas alegrias.

Eu não poderia deixar de me despedir de 2017 e não poderia deixar de falar da maternidade.
Muito obrigada pela “companhia” de vocês. Obrigada de verdade, do fundo do coração!!!!
Que vocês tenham um ano repleto de alegrias e vitórias!!!! Obrigada pela compreensão durante esse ano. E que em 2018 eu tenha tempo de dividir mais com vocês a minha rotina, como em outras épocas do blog eu fazia mais ativamente. Sinto tanta falta!

Beijos queridos! Muita paz e Luz para todos vocês!

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

24 Comentários

  1. Andréa Helbel Roberti disse:

    Deus abençoe você e sua familia, e este pequeno anjo que veio pra somar, obrigada a gente por você dividir suas aflições e alegrias com a gente, nós estamos tão longe de você e ao mesmo tempo perto. Te desejo de coração um 2018 cheio de realizações, alegrias, forças pra lutar, muito amor, porque se Deus te proporcionou ser mãe é porque ele sabe que você é muito capaz e especial, e não te escolheu por acaso pra ser a mãe da Liz, beijos

  2. dadamelissa disse:

    Até eu amo a dancinha da Liz no espelho!!! Feliz 2018!!! Muitas bençãos para vcs!

  3. Sandra disse:

    Amei seu post! E tão bom saber um pouquinho de vcS! Juro que entrou um cisquinho aqui nos meus olhos! Eu queria saber, vc pode ficar inspirada em contar…kkkkkkk Bom ano novo pra vcs com muita saúde e paz!

  4. PILAR disse:

    Obrigado polas tuas palabras. Hai moito amor en elas. Son etapas que pronto pasan e so fican esas lembranÇas tan bonitas. Bom ano 2018. Disculpa meu brasileiro. Un abraÇo.

  5. Dorinha disse:

    As meninas aqui já falaram tudo que eu também gostaria de te dizer. entao pego uma segunda e te digo:
    Que foto maravilhosa, ela por si só já diz tudo!
    Parabéns e felicidades sempre pra você e para sua filha e marido!

  6. Maternidade real, com suas dúvidas, incertezas, tristezas, muitas alegrias, perdas e ganhos. Nada além disso, vida real! Parabéns Tati, pela linda e real família. Parabéns por ter coragem de dividir isso com todos. Um 2018 iluminado e abençoado pra ti e todos que te cercam.

  7. TôFrita disse:

    Eu gosto assim, maternidade real, e quero morrer quando vem aquelas super mães falar “ah, mas eu trabalho, cuidos dos filhos, da casa, do marido, do fisico, da estetica…” mimimi… me fala como?! eu nem estou trabalhando mais e quase entro em combustão… Ja dizia o meu ditado, ser mãe é apodrecer no paraiso, mas como vale a pena!

  8. Voce é mais do que pensa que é, e pode e suporta muito mais do que imagina. Parece difícil eu te dizer, mas o tempo voa, e loguinho, a Liz vai te ajudar a ajeitar os cabelos, ir com vc à manicure, e pronto….Voce é linda por fora, e sinto, que por dentro, mais ainda! Parabéns! Dedicação e amor é tudo na vida. Será que somos parentes? Romano…Bjs

  9. Hiléia disse:

    Que lindo tudo que vc disse, te acompanhava antes e agora acompanho muito mais, adoro sua sinceridade, e apesar dos percalços da vida vejo que vc se torna melhor a cada dia, esse ano que passou foi extremamente difícil para mim, fiquei sem emprego e o pior sem receber nada dos 4 anos em que trabalhei, rogo a Deus que 2018 seja um ano mais leve para todos nós, mas mesmo que não seja vamos caminhando para sermos seres melhores… Um grande beijo pra vc e sua família

  10. Juliana Purificação disse:

    Deus abençoe grandemente sua família!! Muita saúde, paz, amor e realizações. Me vi nos seus relatos sobre a maternidade. Forte abraço de um fã!

  11. Wania Valeria Zamboni Pereira disse:

    Ah Tatiana, sei das dificuldades de ser mãe e também das recompensas. O mais importante de tudo é a cumplicidade dentre o casal. Tenha certeza que nas incertezas e dificuldades de criar uma criança, o mais importante é vc continuar olhando para o Marcelo como olhou no primeiro dia, pois com o alicerce familiar tudo fica mais fácil. Bjos querida e um Ano Novo compensador.

  12. Gimena disse:

    Te entendo perfeitamente Tati. Quando tive meu primeiro filho, e olha que era o que eu mais queria, os primeiros meses foram um pouco difíceis. Lidar com angústias como não poder de amamentar como eu queria, não conseguir manter a casa limpa e organizada. O que eu e meu marido ñ brigamos todos os anos anteriores, brigamos nessa fase, acho q por conta do sono…kkkk.
    Graças a Deus, ele também e um parceiro maravilhoso, tenho uma mãe que me ajuda muito. Mas mesmo assim, psicologicamente, não foi fácil. Até que comecei a me consciencizar que tudo era questão de tempo e adaptação. Eu só pensava “Ë fase, curte ela, pq vai passar”. Tanto que quando tive o segundo, já curti desde o primeiro instante. Realmente ñ é fácil, temos que abrir mão de muitas coisas, já ñ temos a mesma liberdade que antes. Mas depois vamos vendo que é a melhor coisa que poderia ter acontecido. Que perdemos sim, por um lado, mas em compensação ganhamos muito, muito mais. Um beijo querida. Obrigada por nos dar tantas dicas. Um Feliz Ano Novo para ti e tua familia.

  13. josie garcia disse:

    OLA QUERIDA, BOM DIA. LENDO SEU POST SOBRE A MATERNIDADE, CREIO Q MUITAS QUEREM TE DIZER O MESMO. JA PASSARAM POR ISSO TB. E TE DIGO COM TODA A CERTEZA DO MUNDO, SO PODEMOS SER MELHORES APOS A MATERNIDADE. APOS TERMOS EM NOSSOS BRAÇOS A PRESENÇA MAGICA DE UM FILHO, E EM NOSSA VIDA A RESPONSABILIDADE PRA SEMPRE DE UM CARATER DE UMA EXISTENCIA PLENA DE NOSSOS QUERIDOS. PASSAMOS POR TD ISSO A 21 ANOS. E TE ASSEGURO QUE FOI A MELHOR EXPERIENCIA VIVIDA POR NOS. ABREIJOS. LUZ E PAZ A VCS, FAMILIA BELISSIMA, DEUS OS ABENÇOE.

  14. Roberta disse:

    Feliz Ano Novo!

    Tatiana eu adoro suas receitas, sempre dão certo, todas!

    E além do mais adoro os posts sobre maternidade porque estou na mesma fase que vc e tenho uma pequenininha para cuidar.

    Lendo seu relato é assim mesmo… me identifiquei muito!

    Um forte abraço e um 2018 cheio de luz!

  15. Marlene S Suranyi disse:

    Tatiana
    Que depoimento lindo!
    Sigo suas postagens a muito tempo, adoro!
    Nunca deixei comentário, mas dessa vez é impossível não deixar.
    Parabéns! Como seria bom, se mais pais tivessem a sensibilidade e o poder de decidir em ficar com os filhos, como vcs estão fazendo com a Lis. Essa é a melhor herança que vcs podem deixar a ela, é o alicerce para vida toda.
    Obrigada, por vc compartilhar tanta coisa boa.
    Feliz 2018, família linda!!!!!

  16. Cláudia Daniele disse:

    Parabéns pela Liz. Um presente maravilhoso que você recebeu em 2017 e que sem dúvida é o MELHOR de todos os presentes.
    Feliz ano novo repleto das bençãos de Deus para vocês,bque a família tenha grandes vitórias em 2018.
    Cláudia Daniele

  17. Joselia disse:

    São águas muito turvas as da maternidade suas palavras são as minhas ser mãe requer muito aprendizado trás alegrias imensuráveis para sempre mas nunca nunca mesmo se esqueça de vc não se deixe para trás nunca!

  18. EDILENE RAMOS disse:

    Feliz Ano Novo tatiana e parabéns pela bebé linda e pela historia que nos contou. Realmente quando nasce uma criança, nasce também uma mãe, cada dia um aprendizado novo e assim vamos construindo esse elo maravilhoso e também dificil de ser mae, mulher, dona de casa, empreendedora. Estamos juntas aqui tenho 4 filhos, de 27 anos a 11 anos, e ainda cuido da minha afilhada que tem 3 aninhos, Estaremos juntas em 2018, sucesso.

  19. Elizabeth disse:

    Feliz 2018. Gostaria de lhe dizer algumas palavras e espero de coração que vc entenda como crítica construtiva ok? Então, ser mãe não é dificil não, principalmente quando nossos filhos são pequenos, pelo contrário, é a época mais tranquila e mais fácil de administrar. Não consigo compreender tanto sofrimento em suas palavras, pois vc Graças a Deus tem tudo o que a maoria das mães não tem. Mas penso que por vc não ter um suporte materno se sinta assim. De qualquer forma está em tempo de vc racionalizar esses sentimentos e pensamentos. Ser mãe é puro amor e nenhum sofrimento ou sacrifício. Gostaria que vc entendesse a minha mensagem e não ficasse brava, quero ajudar, se minhas palavras puderem ser compreendidas. Meu nome é Elizabeth, tenho 61anos, 3 filhos sendo uma menina e dois garotos gêmeos. Menina e garotos porque para a mãe os filhos são sempre pequenos e queremos cuidar sempre. Olhe as coisas de outro ângulo e verá que tudo é uma grande felicidade. Fique com Deus, Feliz 2018.

  20. Mari Correia disse:

    É assim mesmo Tati, a maternidade no começo é como fazer um bolo, de vez em quando sola, mas com o tempo a gente pega o jeito.
    Parabéns pela Lis, curta muito estes momentos mágicos que passam rápido e quando vc menos imaginar verá sua pequena, como eu ontem vi a minha menina com 20 anos ir romper o ano na praia.
    Parabéns pelo canal.
    Maravilhoso 2018 para vc e toda sua família.
    Beeeijos

  21. Dr. Osquel Oberto Padilla Font. disse:

    OBRIGADO TATI. RECIPROCA VERDADEIRA. CONTINUAREI NESTE ANO RECEBENDO SUAS RECEITAS E SENDO UM FÃS DE SEU SITE.
    LINDA FOTO COM SEU BEBÉ.

  22. jane brito machado disse:

    achei lindo ecorajoso que voce desfrute de todas as maravilhas da maternidade

  23. Isaurina disse:

    Parabéns pela dedicação em deixar para o mundo um ser humano bem formado. Feliz 2018!