in , ,

Arroz para Sushi

Gohan

Hoje começa o primeiro contando a minha aventura pelo universo da comida japonesa homemade com arroz para sushi! Há coisa de 15 anos atrás eu tentei fazer Sushi em casa e foi um desastre total! O tempero do arroz ficou muito forte e por fim não dei conta de cortar o salmão em filetes como deveria.

Só que naquela época não tinha quase nada na internet sobre o assunto e eu achei que na “raça” o trem ia sair, mas não saiu, aliás, saiu uma bela boixxxta!

Aí que o tempo passou e eu resolvi tentar novamente. Fiquei deslumbrada com o conteúdo que encontrei em sites, blogs e vídeos. Comprei o básico e lá fui eu novamente fazer o arroz para ensaiar meus sushis. E deu certo colegues!!!!

arroz para sushi

O que é Arroz para Sushi, o famoso Gohan

Antes de começar a te contar minha saga até encontrar o ponto ideal, vamos para o básico explicando o que é esse arroz e porque ele é tão diferente do que comemos comumente aqui no Brasil.

Gohan, o Arroz Japonês

Antes de tudo, é importante destacar que o arroz tem um papel cultural e simbólico no Japão, afinal ele é considerado uma fonte de energia vital e é valorizado não apenas pelo sabor, mas também por sua importância na tradição e na alimentação diária.

O processo de preparação do gohan envolve lavar, enxaguar e cozinhar o arroz e como existem diferentes variedades de arroz usadas no Japão, você encontrará várias técnicas diferentes para o preparo, mas o mais importante é que o arroz japonês é conhecido por sua textura pegajosa e sabor suave, então apesar de muitas formas diferentes de se fazer, ao final este será o resultado esperado.

Esse sabor e textura se devem ao tempero totalmente diferente que o arroz é regado depois de cozido então essa é a primeira coisa que devemos fazer antes de começar.

A Minha Receita de Arroz para Sushi

Eu segui a receita do tempero que recebi de uma seguidora, nessa minha primeira tentativa fiz igual mas usei  “tempero pronto para sushi Tozan” no lugar do vinagre e não usei o sakê.

Atenção aos detalhes e a sequência

Deixei o tempero esfriar enquanto preparava o arroz, eu usei um da marca Tio João, que foi o que eu encontrei no supermercado. Fiz o arroz conforme as instruções da embalagem e achei que ficou ótimo!!! As instruções são as seguintes:

Tirei o arroz da panela ainda quente, espalhei em um recipiente plástico e reguei de maneira uniforme com o tempero. Como fiz apenas 1 copo de arroz, usei 1/4 de copo do tempero (o restante você pode guardar por até 1 mês fora da geladeira em recipiente tampado) e com a ajuda de uma espátula de silicone (porque não tenho aquela própria de bambu) fui fazendo movimentos e abanando conforme ensinado neste video caprichado para vocês:

Neste vídeo eu ensino a fazer um arroz perfeito que serve tanto para o Temaki quanto para o Sushi

No final, depois de mexer e abanar por uns 15 minutos, meu arroz ficou bem saboroso e no ponto certo. O ideal é fazer e usar o arroz no mesmo dia porque ele fermenta e o sabor vai ficando muito forte. O meu eu fiz no meio da tarde para usar de noite, por isso deixei em temperatura ambiente coberto com um guardanapo limpo e úmido.

Nosso Score
Clique para votar neste post!
[Total: 1 Média: 5]

Written by Tatiana Romano

Criadora do Panelaterapia. Reside em Sorocaba, deixou a profissão de Psicóloga e Professora para se dedicar à sua paixão pelas panelas e ao blog Panelaterapia que mantém desde 2009. Hoje se dedica a cozinhar, fotografar, escrever e brigar com a balança.

27 Comments

nhoque

Nhoque Recheado

temaki

Temaki de Salmão