Costelinha de Porco na Panela de Pressão

Você pode fazer costelinha de porco de muitas maneiras diferentes, mas esta é muito prática, rápida e fica maravilhosa! Geralmente no forno, se você não tiver muita prática ela pode ficar seca, essa fica suculenta! A cebola carameliza na pressão e dá uma cor e um sabor sensacional.

Comece temperando 1 quilo de costelinha em pedaços com pelo menos 2 horas de antecedência. Para o tempero (marinada) misture:

– 2 colheres (sopa) de shoyu;
– 2 colheres (sopa) azeite;
– 1 colher (sopa) de colorífico ou colorau (ou páprica);
– 1 colher (chá) de sal;
– 1 colher (sopa) de mostarda;
– 1 colher (chá) de alho triturado;
– Pimenta-do-reino a gosto;
– 2 colheres (sopa) de água.

Eu coloco as costelinhas em um saco plástico, jogo o tempero dentro e deixo na geladeira.

costelinha-como-fazer

Na hora de preparar fatio 2 cebolas grandes e forro o fundo da panela de pressão. Em cima das cebolas coloco as costelinhas, tampo a panela e ligo o fogo. Não precisa colocar água e nem refogar. A cebola e a costelinhas soltarão muita água. Assim que pegar pressão abaixe o fogo, conte 15 minutos e desligue. Deixe a pressão sair normalmente.

Quando abrir a panela a costelinha estará cozida porém sem muita cor. Agora vem a parte importante. Ferva 500ml de água (vc nao vai usar tudo). Coloque a panela em fogo baixo destampada e vá adicionando água aos poucos e refogando a costelinha. Quando a água secar, você coloca mais um pouco.

A água vai despregando a “borra” da cebola e da carne que está no fundo da panela e dá uma cor e sabor deliciosos. Quando a cor estiver bonita prove um pedaço, se estiver macia e bem cozida está pronta. Fica com um sabor incrível!

costelinha-receita

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

Tatiana Romano
por Tatiana Romano Criadora do Panelaterapia Conheça a Tati

Tatiana Romano, reside em Sorocaba, deixou a profissão de Psicóloga e Professora para se dedicar à sua paixão pelas panelas e ao blog Panelaterapia que mantém desde 2009. Hoje se dedica a cozinhar, fotografar, escrever e brigar com a balança.