Fusilli Integral com Molho de Berinjelas

Outubro é o mês da massa e o Panelaterapia não poderia ter um parceiro melhor do que a Barilla para comemorar com receitas mais do que especiais!
A receita deste post tem inspiração mediterrânea e é perfeita para quem busca uma refeição leve. Porque vocês sabem que massas podem ser muito saudáveis se soubermos combinar os ingredientes corretos?

Essa, por exemplo, leva o Fusilli Integrale Barilla que é delicioso, além de vegetais e azeite. Não é a toa que a dieta mediterrânea é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, sendo um exemplo de dieta sustentável, que combina o comer saudável, com a biodiversidade e a cultura.
E o mais importante é que esse prato ficou sensacional!!!

Ingredientes:
• 400g de Fusilli Integrale Barilla;
• 80g de alcaparras;
• 2 cebolas médias;
• 1 dente de alho;
• 2 berinjelas;
• 100g de tomates secos picados;
• 2 pimentas dedo de moça frescas;
• 100g de azeitonas pretas trituradas;
• Azeite extravirgem, sal e pimenta do reino.

foto2

*Eu usei os tomates secos triturados porque prefiro a textura dessa forma. Basta coloca-los no processador se quiser fazer como eu fiz.

Modo de fazer:
Cozinhe a massa Barilla em abundante água salgada de acordo com o tempo indicado na embalagem, de forma que fique “al dente”.
Triture ou pique o alho, a cebola e a pimenta dedo de moça (se quiser menos ardida tire a semente) e doure em frigideira antiaderente no azeite. Acrescente as berinjelas cortadas em cubos de 1,5 cm. Refogue até que fiquem douradas.
Tempere com sal (se necessário) e pimenta do reino. Lembre-se que já tem ingredientes bem salgados.
Acrescente os demais ingredientes, misture bem e, em seguida, acrescente a massa.
Servir imediatamente.

foto3

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

3 Comentários

  1. Marcinha disse:

    Como faz para tirar ou amenizar o amargor da berinjela?

  2. Fabiola disse:

    Prezada Tatiana, Boa tarde!!!
    Tenho que lhe falar sobre o fusilli com molho de berinjelas!!!
    Segui sua receita, fiz o refogado (algumas modificações por não ter o tomate seco e não gostar de alcaparras). Provei e tenho que confessar que achei sem graça. Mas Menina!!! Depois que misturei a massa com o refogado, que diferença, ficou simplesmente diviiiiiiiiino!!!
    Muito obrigada pela receita, gostamos demais, vale super a pena, gostosíssimo, rápido, fácil e barato!!!
    Um beijão pra vc,
    e mais uma vez, muito obrigada por partilhar conosco seus dons.
    Fabíola