Bolo de Carne com Recheio de Queijo

Acho bolo de carne ou rocambole de carne um prato muito prático. Adoro servir com purê de batatas ou legumes na manteiga. As vezes faço um molho de tomate rústico e coloco por cima também, ou bacon, ou molho barbecue… ou seja, dá para variar bastante! Inclusive rechear com o que quiser (legumes, ovos, frios…etc).

Antes que eu me esqueça, se você quiser aprender tudo sobre carne e fazer cursos e aulas grátis é só se inscrever grátis aqui: http://bit.ly/2deQesz

Nesta receita eu usei aproximadamente 800g de acém moído. A primeira coisa que faço é picar um pão francês e colocar de molho no leite por uns 5 minutinhos. Depois eu aperto o pão com as mãos para retirar todo o leite e ficar só uma massinha, que eu junto à carne moída. Na sequência adiciono:

– 1 cenoura ralada;
– 1/2 cebola picada;
– 1 ovo;
– 3 dentes de alho picado;
– 2 colheres (sopa) de cheiro verde;
– 2 colheres (sopa) de creme de cebola (aquele de pacotinho, industrializado);
– 1 colher (sopa) de extrato de tomate;
– 1 colher (sopa) de molho inglês;
– Pimenta-do-reino a gosto.

bolo-carne

Eu misturo tudo e para saber se está bom de tempero eu esquento uma frigideira, grelho um pedacinho da “massa” e experimento. Se for necessário adiciono sal ou algum outro tempero.
Para montar, abro uma folha de alumínio e formo um retângulo com a carne. Coloco o recheio, no caso queijo minas padrão picado e enrolo usando o papel alumínio para facilitar.

Forro uma forma com papel manteiga e rego com azeite por cima dele, aí coloco o bolo de carne e levo para assar em 200º no forno que já estava aquecido. São mais ou menos 50 minutos de forno e não precisa cobrir. Se soltar muita água você pode retirar do forno e ir drenando essa água (eu escorro e descarto).
Antes de fatiar eu gosto de deixar descansar por uns 15 minutos senão o queijo escapa todo. Fica bem gostoso!

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

Tatiana Romano
por Tatiana Romano Criadora do Panelaterapia Conheça a Tati

Tatiana Romano, reside em Sorocaba, deixou a profissão de Psicóloga e Professora para se dedicar à sua paixão pelas panelas e ao blog Panelaterapia que mantém desde 2009. Hoje se dedica a cozinhar, fotografar, escrever e brigar com a balança.