Pupunha na Manteiga de Ervas e Crocante de Bacon

Nada mais é do que um refogadinho de pupunha. Para os que estão fora do Brasil ou não estão familiarizados, pupunha é uma espécie de palmito rústico (chama o tio gooogle!). A parte do meio da pupunha desfia sozinha e foi ela que eu usei nesta receita, mas você pode usar qualquer parte da pupunha com auxílio de um descascador de alimentos e fazer as “tiras”. 


Para fazer os crocantes de bacon você pode levá-lo ao fogo em frigideira antiaderente, neste caso ele vai soltar gordura e fritar, aí é só colocar em papel toalha, mas se você quiser um bacon mais light, clique –> aqui. Eu aqueci uma colher (sopa) de óleo e 2 colheres (sopa) de manteiga de ervas, aquela maravilhosa que eu já dei a receita –> aqui. Juntei a pupunha desfiada e deixei cozinhar, servi com os bacons crocantes por cima.  Vai dizer que não é uma entrada que faz bonito? E é uma delícia! Vai por mim!

——————————-UPDATE————————————-
* Deixa eu corrigir um “erro” porque né? Tem gente que…né? Melhor nem…
O nome correto é PALMITO de pupunha, ok?
Só que gente, quem vive no meio gastronômico sabe do que eu tô falando. TODOS os chefs, restaurantes e afins chamam de pupunha. Todo mundo entende e vive feliz! O prato mais famoso de todos, que é do Alex Atala  –> esse também tem nome errado e tem outros tantos mil, então vamos parara de nhênhênhê com o nome das coisas? Cada um chama o que quiser do que quiser e isso não vai mudar nada no universo, combinado? 

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

Tatiana Romano
por Tatiana Romano Criadora do Panelaterapia Conheça a Tati

Tatiana Romano, reside em Sorocaba, deixou a profissão de Psicóloga e Professora para se dedicar à sua paixão pelas panelas e ao blog Panelaterapia que mantém desde 2009. Hoje se dedica a cozinhar, fotografar, escrever e brigar com a balança.