in , ,

Pipoca de Leite Ninho

pipoca leite ninho

Pipoca de Leite Ninho gente! Alguém me explica o que é essa “leiteninhização” do mundo, afinal tudo que é receita agora tem leite Ninho.

Na verdade pode ser qualquer leite em pó, mas o Ninho é referência, então usamos mais ele. Para ser sincera eu amo leite Ninho, como até puro, então fico doida para experimentar as receitas que vejo por aí. Hoje foi a vez da pipoca, que tenho ouvido falar bastante e estava bem curiosa.

O que é Pipoca de Leite Ninho?

A Pipoca de Leite Ninho é uma magica que algum doido inventou combinando o crocante da pipoca com a doçura do Leite Ninho. O Leite Ninho, tem uma textura aveludada que quando gruda na pipoca adiciona uma camada que não dá para explicar de tão diferente que fica.

O resultado é uma explosão de sabores que vai te fazer comer sem parar! Ah, e se prepara para sujar os dedos! Eu achei bem gostosa, mas eu adoro pipoca doce então faz e me conta o que achou.

pipoca doce

Ingredientes da Pipoca

Fiz a pipoca doce na pipoqueira, (mas nada que seja difícil numa panela comum) usando:

  • 1/2 xícara de açúcar,
  • 1/4 xícara de água;
  • 1/2 xícara de milho de pipoca;
  • 1/4 xícara de óleo.

Modo de Fazer essa delícia

Existem dois jeitos de se fazer, vou começar com as etapas:

  1. Estoure as Pipocas: Numa panela grande estoure as pipocas, separe bem os “piruás” das pipocas estouradas.
  2. Prepare o Leite Ninho: Em uma tijela, misture o leite ninho com um pouco de açúcar e reserve
  3. Misture os Ingredientes: O pulo do gato esta aqui, com as pipocas ainda quentes jogue a mistura de leite ninho e mexa com cuidado mas sem parar até que todas as pipocas se revistam de uma camada de leite.
  4. Deixe Esfriar: Tenha paciência e deixe esfriar para que o leite grude na pipoca e forme uma camada resistente, neste momento você ainda pode acrescentar mais leite caso queira corrigir algo.
pipoca de leite ninho

Como eu fiz (método Tati de cozinha prática)

Levei tudo ao fogo médio na pipoqueira, mexendo sempre até começar a estourar, então abaixei o fogo e continuei mexendo até finalizar. Despejei a pipoca em uma assadeira e polvilhei 1/2 xícara (chá) de Leite Ninho.

Essa pipoca sai da panela bem grudentinha por causa do açúcar, mas aí quando esfria ele endurece e vira uma casquinha caramelizada. É por isso que com ela ainda quente o leite em pó adere na superfície.

Validade da Receita

Essa pipoca dura até 2 dias se guardada em recipiente bem fechado, mas ela tem que estar totalmente fria para ser guardada.

Dicas

Mas Tati, dá para fazer sem pipoqueira? Até dá, mas o que geralmente acontece é que as pessoas não conseguem mexer depois que começa a estourar, aí o caramelo fica marrom porque dá uma “queimadinha” e a pipoca fica amarga, então se vc pode e tem vontade minha sugestão é que compre uma pipoqueira. Não custa caro, dura “eternamente” e eu uso demais a minha.

Deixo aqui um vídeo com todas as dicas para a pipoca perfeita, então pegue essas dicas para entender do que estou falando

Variações

Tudo o que é bom sempre da para dar uma melhorada então vou te dar algumas sugestões para deixar ainda melhor essa delícia:

  • Chocolate Branco: Pique pedaços pequenos de chocolate branco e adicione na mistura ou derreta e derrame a calda por cima para uma camada extra de sabor
  • Morango ou Frutas Vermelhas: Experimente adicionar uma pitada de pó de morango ou frutas vermelhas (mas se não encontrar, eu uso Nesquick) e você vai adicionar uma viagem a sua infância na sua pipoca .
  • Amendoim Caramelizado: Para quem adora amendoim, experimente adicionar amendoim triturado bem pequeno e caramelizado à mistura e me diga se eleva a pipoca a outro nível.

Videos com sugestões

Vou deixar aqui alguns vídeos que você não pode perder com idéias ótimas para “turbinar” a sua pipoca

Essa pipoca com paçoquinha que fiz para a festa junina é uma perdição e ja adianto que para quem gosta de amendoim ela é perfeita, então você não tem desculpas para comer pipoca salgada “porque não sabe fazer doce”.

Se gostou deixa seu comentário, sua sugestão

Nosso Score
Clique para votar neste post!
[Total: 3 Média: 3.7]

Written by Tatiana Romano

Criadora do Panelaterapia. Reside em Sorocaba, deixou a profissão de Psicóloga e Professora para se dedicar à sua paixão pelas panelas e ao blog Panelaterapia que mantém desde 2009. Hoje se dedica a cozinhar, fotografar, escrever e brigar com a balança.

53 Comments

cardapio festas

Cardápio para as Festas

Como fazer receita de pudim de leite condensado?