Padre Nosso com Ragu

Padre Nosso é o nome desse macarrão, que é bastante usado em sopas, mas para este prato pode ser usada qualquer massa. Ragu: Do Francês ragoût. Carnes ou aves cortadas em pedaços pequenos e regulares, cozidas no molho, vinho ou água, formando um ensopado substancioso. Traduzindo: “molho”.

Receita para 2 pessoas que comem muito bem:
600 g de carne cortada em cubos (usei paleta bovina);
1 cebola pequena picada;
2 dentes de alho espremidos;
1 cenoura picada (em pedacinhos muito pequenos);
6 azeitonas verdes picadinhas;
1 envelope de caldo de carne em pó.
2 tomates grandes sem pele e sem semente picados;
100 ml de vinho tinto seco;
100 ml de molho ou extrato de tomate sem tempero;
Temperos a gosto: usei sal, cheiro verde, louro e pimenta.

Tempere a carne 2 horas antes como preferir (usei sal, pimenta e molho de soja – shoyu). Carne boa para Ragu é músculo, paleta, ossobuco ou qualquer uma que você use para fazer carne de panela.

Refogue em uma panela grande com um pouco de óleo a cebola e na seqüência adicione o alho, antes de dourar junte a carne. Frite os cubos de todos os lados até estarem dourados.

Acrescente a cenoura, as azeitonas e refogue mais um pouco. Some os tomates picados, quando começarem a soltar água polvilhe o caldo de carne em pó e misture bem. Junte o vinho, folhas de louro, o molho de tomate e deixe reduzir. Se for preciso, acrescente um pouco de água fervente para deixar o molho mais ralo.

Esse molho tradicionalmente fica em fogo baixo cozinhando até que a carne fique bem macia, mas eu não tinha tempo suficiente e mandei bala na panela de pressão por 20 minutos (acrescentei mais água antes de levar à pressão, mais ou menos uns 200ml).

Tire a carne do molho e desfie grosseiramente, volte a carne para dentro do molho e deixe ferver em fogo baixo até engrossar bem (uns 15 minutos). Se preciso corrija o sal (não usei) e adicione pimenta (do reino moída na hora).
Sirva sobre polenta mole ou massa da sua preferência.
Usei mais ou menos 1/3 do pacote de macarrão. Cozinhei a massa al dente, cobri com molho, adicionei um pouquinho de cheiro verde picado, queijo parmesão ralado grosso e corri pro abraço!

Ficou com dúvida?

Veja minha página de dúvidas frequentes

23 Comentários

  1. Angélica Pinelli disse:

    Tati, acabei de conhecer seu blog e… "apaixonei"! Parabéns pelas receitas e pelo humor. Delícia!
    Estou escrevendo para contar uma curiosidade a respeito do nome desse macarrão e daquele outro que é uma argola mais fininha, Ave-Maria. É que para controlar o cozimento da massa, as cozinheiras de antigamente controlavam o tempo fazendo as respectivas orações. Beijos e parabéns!!!

  2. Oi tati, td bem? Conheci agora seu blog, muito legal, como só faço doces profissionalmente, de vez em qdo dou umas olhadas nos salgados para ficar com água na boca… Esse molho " Ragu" minha avó faz há muito tempo com músculo e macarrão talharini, é uma receita de família deliciosa, mas fiquei sabendo agora que o nome é Ragu! beijos e parabéns

  3. Fla disse:

    Eu adoro ragu de ossobuco. Com paleta também deve ficar delicioso.
    Adorei tua receita Tati.
    Beijos

  4. Anita, esse rat gôut não me apeteceu muito kkkkkkkk…

  5. Iliane disse:

    adorei o ragu..ficou lindo!!e..com essa massa!!muito bom!..amei o passo a passo..bjus

  6. Anita disse:

    Cultura inútil: ragu vem do francês "rat goût (de mouton)". Na I Guerra os franceses comiam carne de rato (que e' molinha e parece que tem gosto de carne de carneiro…). Alias, amei sua receita. Kissitos !

  7. O nome da massa é engraçado, não a conhcia-a por esse nome! eheheheheh
    Simplesmente perfeita!
    Beijinhos doces e um bom fim de semana *.*

  8. donabimby disse:

    Mais uma receita fabulosa
    Parabéns Tatiana

    beijinhos

  9. Elisabete disse:

    Delicioso e com massa, ficou supimpa.

  10. Nani disse:

    Bem suculento esse pratinho, bjs.

  11. Gostei do nome da massa…não conhecia!! Mais uma vez tudo com delicioso aspecto… e agora com a hora de almoço a chegar já comia um pratinho!!Beijinhos

  12. Marina disse:

    Este ragu tem muito bom aspecto!
    Beijinhos.

  13. Rachel disse:

    Tati, gosto muito de macarrão, e de preferência esses grandes, largos, redondos. Com esse ragu deve ter ficado supimpa! Bjuss!!!

  14. Gina disse:

    Também não conhecia essa massa como padre nosso.
    O prato ficou ótimo!
    Bjs

  15. Fatias Douradas disse:

    Gostei do nome da massa!O ragu: 5 estrelas!
    Bj

  16. Bela foto. parece uma delicia. Não sabia que essa massa chamava-se padre nosso. Pra mim era macarrãozinho de sopa…rs..

  17. Anônimo disse:

    Tia Lígia não tá acreditando… QUANTA COMIDA BOAAA!!!!!que orgulho!!! vem passar uns dias aqui em casa pra cozinhar pra gente vem rsrsrs. BEIJOS.

  18. Abelha Maia disse:

    Uma maravilha de refeição, até sinto o cheiro e o fumegar…hummm.
    bjsssss

  19. SUELY PERES disse:

    Achei legal essa sugestão para esse tipo de macarrão, que eu sempre usei ele em sopas e caldos por ser pequeno, mais a idéia foi ótima, e ficou lindo o prato. beijinhos

  20. C. Liilian disse:

    Meeu Deeus, ver esse prato delicioso atiçou mais ainda a minha fome. Parece seer apetitoso, ainda mais q tem macarrão. adorei a dica. Beeijos e to seguindo (:

  21. Renata Silva disse:

    Ai Meu DEUS…TATI
    Deve ter ficado demais…Tenho sempre em casa esse macarrão vou seguir sua DICA…Parabens!!!

  22. Afff… Maria! Que delicia de macarrão! Ficou linda as fotos, babei tudo no teclado aqui! Maravilhoso Tati! Bjinhos